Thursday, April 12, 2007

Feitiço contra feiticeiro


Michael Moore dedicou estes anos todos a furar aviários das cadeias de fast food envergando um traje de galinha; a vociferar contra as políticas de Bush; a mostrar a facilidade da compra e porte de armas no seu país; a denunciar os podres mais podres dos grandes monstros financeiros... mas no momento em que os seus colegas canadianos Rick Caine e Debbie Melnyk quiseram registar num documentário o seu quotidiano e as suas façanhas, Moore declinou cruamente a proposta. Perante a rejeição, justificada com "a falta de tempo" para aturar a dupla de documentaristas, o filme que começou como biográfico desenrolou-se como revelador.

Os dois autores usaram o mesmo estratagema do realizador oscarizado e, de câmara ao ombro e sem permissão, seguiram Moore para todo o lado. Aconteceu-lhes precisamente o mesmo que já vimos suceder ao realizador de "Fahrenheit 9/11": foram barrados e expulsos dos seus discursos e descortinaram facetas desconhecidas do público. Entre estas descobertas, até ficamos a saber que Michael Moore... não gosta de documentários.

Aqui fica o trailer de "Manufacturing Dissent", e uma entrevista dos realizadores a uma estação norte-americana.




1 comment:

Knoxville said...

Apesar de ser um fã assumido de Moore, aguardo anciosamente por esta obra.

Cumprimentos!

Sabe tudo aqui

Google