Tuesday, July 31, 2007

A morte é um grande negócio



Os corpinhos de Ingmar Bergman e Michelangelo Antonioni ainda estão a arrefecer e já se faz negócio à conta da morte dos cineastas. A Medeia Filmes tomou a dianteira e, sendo distribuidora quase exclusiva em Portugal da obra dos dois vultos maiores da Sétima Arte, programou em tempo recorde um ciclo onde se repõem alguns dos filmes dos realizadores. Se a intuição não me falha, seguem os packs DVD em promoção e a reedição dos livros biográficos. Tudo em breve, antes que os vermes consumam a memória colectiva.

"Na semana em que o cinema perde dois dos seus mais vitais autores, Ingmar Bergman e Michelangelo Antonioni, o cinema Medeia King, em Lisboa, repõe, em homenagem, nas sessões da meia noite, “Saraband” o último opus do cineasta sueco, e dois filmes míticos de Antonioni, “Blow-Up – História de um Fotógrafo” e “Profissão Repórter”

Em “Saraband” Ingmar Bergman volta a reencontrar as personagens que Liv Ullman e Erland Josephson personificaram em “Cenas da Vida Conjugal”, num filme que descreve como “um concerto para uma orquestra sinfónica, com quatro solistas”. Trinta anos passaram desde que Marianne e Johan se separaram. Mas quando Marianne sente que ele precisa dela, decide visitá-lo na velha casa de campo onde vive, onde vai encontrar uma família atormentada.
“Saraband” – 00h00 – dias 3, 4 e 06 de Agosto

“Profissão: Repórter", obra-prima de Michelangelo Antonioni, de 1975, junta dois magníficos actores - Jack Nicholson e Maria Schneider - numa história de suspense em que um homem tenta fugir à sua própria vida. Nicholson dá corpo a um jornalista esgotado que troca de identidade com um homem morto.
“Profissão: Repórter" – 00h15 – dias 3, 4 e 06 de Agosto

Baseado num conto de Júlio Cortazar, “Profissão: Repórter" é a história de um fotógrafo que ao deambular num parque tira uma série de fotografias de um casal que se abraça. A mulher repara e exige o negativo do filme em que Thomas, de ampliação em ampliação, descobre um crime.
“Blow Up" – 00h30 – dias 3, 4 e 06 de Agosto"

Fonte: Medeia Filmes

1 comment:

H. said...

Não digo mal que se reponham os seus filmes. Mas obviamente acho vergonhoso que se faça da morte o negócio que falas. No meu mundo idealista, far-se-iam projecções gratuitas para dar a conhecer aos que não conhecem e para os que conhecem recordarem. Mas isto sou eu a imaginar em voz alta coisas impossíveis. Infelizmente talvez, o Cinema ainda é visto por alguns como mero negócio...

Sabe tudo aqui

Google